GUI





"Adoptem. Sejam felizes. Nós somos, muito."

Uma história linda, com um final feliz. 
O Gui, por palavras de amor da Raquel.


“Amor à segunda vista

Esta história podia começar como começam os contos de fadas. Com um "era uma vez" de uma princesa, que ultrapassa dificuldades - consegue vencer dragões e bruxas más - e que, no fim, tem à espera o merecido final feliz: o príncipe encantado, em jeito de aconchego.

É pelo final feliz que começamos esta história, pelo aconchego do Príncipe Encantado: o Gui.

Foi através do blogue "We Blog You" que conhecemos a Língua de Gato Clínica Veterinária e a MIACIS. Assim que o vimos - em fotografias dignas de modelo profissional -, percebemos que era o membro que faltava na família.




Deixámo-nos levar pelo parágrafo que contava o quão difícil tinha sido fotografá-lo, por estar sempre sempre a pedir atenção e festas.

Os nossos corações, como sempre, sentiram e falaram mais alto. Pensámos como seria importante para a Mia – uma gatinha muito meiga que também adoptámos por ter sido abandonada, por não ter um olho -, ter alguém com quem brincar, com quem partilhar mimos e, ainda por cima, alguém igual a ela.  







Fotos da Mia.


O tal merecido final feliz, esse aconchego merecido, estava ali, era o Gui. É o Gui.

O Gui manteve o nome dado pela MIACIS. Ficámos encantados pela forma como nos chegou a informação de que ele precisava de uma família, pelo que o nome fez-nos sentido ser a continuidade da bonita história que tinha sido já começada a escrever por estes fantásticos profissionais.

O Gui veio do Porto para Lisboa, embalado pelas músicas de Dave Matthews Band. Quem o trouxe foram duas voluntárias simpáticas e dedicadas.

Assim que olhámos para ele, percebemos que tínhamos feito a escolha certa: doce, meigo, de atenção completa nas nossas mãos para que depressa se chegassem perto e se desfizessem em festas e mimos.

Finalmente, tínhamos o príncipe perfeito para a Mia.



O Gui trouxe uma nova vida à casa: com o seu ronronar constante, com a simpatia com que desliza pelos corredores, com a amabilidade com que respeita o espaço da Mia. A adaptação dos dois não foi à primeira vista, precisaram de tempo (pouco) para se habituarem um ao outro, à segunda vista estava tudo resolvido.





O Gui a ser mimado, como merece!

O Gui adora enroscar-se, brincar, adormecer deitado no nosso pescoço, aquecer-nos de tanto querer estar próximo de nós.

Faz as melhores recepções de convidados! Não há quem resista a dar-lhe festas, a deixar-se encantar pelo seu à vontade para conviver com tudo e todos. É um verdadeiro galã.

Esta é capaz de ser uma história singular, também como eles. E ainda bem. A Mia e o Gui são dois gatos fantásticos.

Sabemos que lhes fizemos bem, pela forma como se mostram descontraídos e amados. 

Agora, somos quatro cá em casa: a Raquel, o Gonçalo, a Mia e o Gui.









Uma história de amor à espera de acontecer.

E este era uma vez é um exemplo que espero ser a história de muitas outras pessoas que pretendem adoptar um gatinho. Há muitas histórias para começar. Basta que se deixem encantar peça doçura com quem estes animais vos falam.

Adoptem.

Sejam felizes.

Nós somos, muito."

Raquel

Língua de Gato - Clínica Veterinária 
Av. Rodrigues de Freitas 107 Porto

Contacto 225361324 Urgências 968746630

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Esta história é qualquer coisa, hein? :3
      A parceria está de parabéns, não acham, WBY? ;)

      Eliminar
  2. Família linda, a dos meus vizinhos :)

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E obrigada por ter partilhado connosco (e com o mundo!) este feliz encontro <3

      Eliminar