OLHOS DE GATO


​Os olhos dos gatos pela sua forma, variedade de cores, com pupilas em forma de fenda e capazes de reflectir a luz, tornam-os ainda mais fascinantes. 
Há que cuidar e estar atento aos sinais que o seu peludinho transmite através do olhar.
Hoje é a vez do Gui nos ajudar a informar para prevenir! 


No escuro, a pupila do gato dilata e quando uma luz forte (por exemplo, um flash ou a luz dos faróis) incide nessa estrutura, é imediatamente reflectida, dando o efeito de olhos luminosos. A capacidade de ficarem luminosos deve-se a uma estrutura no fundo do olho que funciona como um espelho.
É por este motivo que os gatos são óptimos caçadores, conseguem ver bem mesmo com pouca luz!

Os gatos comunicam através do olhar.

Os donos de gatos e pessoas mais atentas apercebem-se quando o gato está relaxado, concentrado na brincadeira ou na caça, quando tem medo e mesmo quando está doente.
Tanto as pupilas, dilatadas ou contraídas, como a terceira pálpebra (a membrana no canto interno do olho) variam nestas situações. Assim, a terceira pálpebra quando está visível pode indicar que o gato se encontra relaxado ou que pode estar doente.

O formato da pupila (em linha quando está contraída, ou redonda quando está dilatada) vai variando na brincadeira e na caça, uma vez que se vai ajustando para que o gato meça as distâncias do seu alvo. Em caso de medo ou alerta a pupila fica redonda e os olhos bem arregalados!


Os problemas oculares mais comuns, nas diferentes fases da vida do gato são por causas:

  - infecciosas (ex:​coriza​*​)  em gatinhos e que se podem manifestar mais tarde na idade adulta

 ​- abcessos nos gatos adultos, devido a lutas entre gatos, problemas dentários ou auriculares

 - traumáticas, como perfurações pelas unhadas das lutas entre gatos ou atropelamentos

 - doenças crónicas (hipertensão, diabetes, glaucoma, cataratas ) que levam à perda de visão ou mesmo cegueira súbita , nos gatos adultos e seniores


​*​Coriza​:​
Apesar de ser uma infecção respiratória, afecta também os olhos!
É causada por bactérias e vírus, e manifesta-se com espirros, secreções nasais, lacrimejar, secreções oculares amareladas ou acastanhadas, inflamações dos olhos, feridas no nariz e boca.
Transmite-se muito facilmente entre gatinhos, uma vez que o sistema imunitário ainda está em desenvolvimento. Quando detectado e tratado a tempo, a maioria dos gatinhos recupera.
Em situações mais graves pode evoluir para pneumonia, cegueira ou morte.


Agora que já sabem ao que devem estar atentos, podem prevenir situações desagradáveis :3


Este texto foi escrito com a ajuda do artigo do >>Mundo dos Animais<< elaborado por Arminda Esgueirão, que fala carinhosamente sobre assuntos felinos :3

Língua de Gato - Clínica Veterinária 
Av. Rodrigues de Freitas 107 Porto


Contacto 225361324 Urgências 968746630

Sem comentários:

Enviar um comentário