UNHAS


Hoje falamos de unhas e da importância da manutenção das mesmas - vulgo paticure!
Este artigo também interessa a donos de gatos, por isso não se esquivem! :)


Sabemos que a maioria dos cães desgastam naturalmente as unhas, seja num terraço ou quintal em casa ou na rua, normalmente em pisos rugosos ou cimentados acabando por provocar esse corte natural da unha.

Ainda assim existem muitos casos de patudos, que devido ao estilo de vida mais caseiro acabam por não desgastar convenientemente as unhas e  nesses casos o corte regular torna-se uma necessidade básica que pode se feita pelo proprietário ou pelo veterinário de família.

Aqui, na Clínica Veterinária Língua de Gato, aconselhamo-vos a não se aventurarem com o corte de unhas sem uma primeira paticure no veterinário onde se podem aconselhar quando ao melhor alicate para o efeito e quais as técnicas para evitar acidentes indesejados.

No caso dos gatos o corte de unhas também se impõe, com excepção daqueles com acesso a quintal e potenciais intrusos no seu território em que as "garras" poderão vir a ser úteis.



Dicas úteis

- Habitue o seu cão ou gato a cortar as unhas desde pequenino para que nunca estranhe ser manuseado e não crie traumas.

 - Faça de conta que está a cortar as unhas tocando-lhe na pata e recompensando o seu cão ou gato com a sua guloseima preferida.

 - Os animais que não têm motivos para temer o procedimento não necessitarão de tanta contenção e sentirão menos stress.

 - No entanto, é boa ideia habituar os cães e gatos a alguma manipulação, como abraçá-los, segurar numa pata ou aplicar uma ligeira pressão nos dedos, sempre com os "treats" do costume!



O "Pesunho", esporão ou dedo rudimentar

Já se devem ter apercebido que tanto os cães como os gatos possuem nos membros anteriores (patas da frente) um 5º dígito que não apoia no chão, na face interna e por esse motivo, não sofre desgaste de unha.
O crescimento continuo e sem manutenção pode levar a traumas como unha partida que leva a sangramento e dor e a unha encravada na almofadinha que para além de provocar muito desconforto pode culminar uma infecção.

Quanto à regularidade da paticure ela é variável de caso para caso, mas ainda assim no mínimo uma vez por mês!!

Voltamos a alertar para não tentarem o corte de unhas em casa sem antes se aconselharem com o vosso veterinário de família! :3



Curiosidades

Sabiam que já existem unhas de gel para aplicar nos gatos? O objectivo principal é evitar o uso de "arranhadores" interditos como o sofá ou carpetes e minimizar potenciais arranhadelas, ainda que a componente estética tenha um papel de destaque para alguns donos.

Ainda assim, mesmo sendo um procedimento algo "anti-natural" é sempre outra alternativa para donos mais curiosos (e excêntricos).

A propósito de anti-natural aproveitamos para ressalvar que a remoção cirúrgica de unhas é proibida, tendo como finalidade a estética.

Sem comentários:

Enviar um comentário