ZARA


"Olá, o meu nome é Zara. Dizem-me que sou muito querida e muito meiga. Hoje eu acredito. Apesar de ter dado os meus primeiros passos com a incerteza se iria sobreviver ou não, se ia ter uma casa ou não, se encontrar o Amor ou não, hoje posso dizer-vos que comecei a ser uma gatinha muito feliz há sete anos atrás. Esta é a minha história.

Sete anos se passaram desde que fui abandonada, juntamente com os meus irmãos, dentro de uma caixa de papel, à porta de um prédio. Tivemos a sorte que muitos não têm – nesse prédio vivia uma menina que tratou de todos nós...

Éramos sete nessa altura. Demasiados para que ela pudesse tratar de todos. Felizmente, de entre os colegas de trabalho da nossa salvadora, houve mais uns quantos que se predispuseram a ajudar.
0
Um a um, vi os meus irmãos a partir para casas onde espero que estejam até hoje felizes e saudáveis. Eu fui ficando...Talvez por ser pequena demais ou feia demais. E eles continuaram a desaparecer até ficar só eu.

As lágrimas da minha solidão resultaram numa conjuntivite. E eu continuava pequena demais, feia demais, sozinha demais.




O que eu não suspeitava é que ia receber a visita de uma menina, trazida pela minha salvadora, que ao saber que havia uma cinzenta pequenina a precisar de um colinho quente e acolhedor, quis conhecer-me. 

“Sim, eu fico com ela!” Bastaram cinco palavras. De repente, eu não era mais pequena demais, feia demais, sozinha demais. 

O colinho pelo qual eu tanto tinha esperado era aconchegante, caloroso, cheio de Amor.
As minhas patinhas frágeis e pequeninas, agarraram-se com toda a força que tinha...tanto que até hoje esse abraço perdura.

Sete anos se passaram desde que fui adoptada. Hoje sou uma gata feliz. Tenho toda a atenção do mundo, que só divido com as minhas três irmãs (também elas adoptadas) Artemisa, Duffy e Lola.
Tenho uma Dona que me dá atenção, carinho, banhos e tratamentos dignos de qualquer spa. Tudo o que eu preciso...e ainda mais...porque encontrou um namorado (o Jorge) que veio duplicar todo esse amor.

O primeiro capítulo da minha vida não é muito diferente de muitas histórias que se ouvem por aí, mas sei que o meu final feliz é, na realidade, MUITO MUITO FELIZ.

Aprendi, nestes sete anos, que o Amor não vê caras, focinhos, tamanho ou solidão. 
Quando se ama de verdade, o aspecto físico não conta nada. Mesmo nada."

A história da Zara, pelas palavras da Elsa e do Jorge

Língua de Gato - Clínica Veterinária 
Av. Rodrigues de Freitas 107 Porto


Contacto 225361324 Urgências 968746630

Sem comentários:

Enviar um comentário