GALGO

Vamos dar a conhecer a raça destes dois "irmãos", o Sócio e o César. Por essa ordem.
Com origem no Egipto, chegaram a ser uma raça exclusiva da realeza. Em Inglaterra, ninguém podia ter um Galgo num raio de 15km das matas reais, para não afastar a caça.

Querem saber mais? ;)


Em Inglaterra, criadores reais utilizavam-nos para caçar pequenas presas como lebres, raposas e até veados. Rapidamente se aperceberam que o Galgo (ou Greyhound) atingia velocidades extraordinárias (chegam a 60 e 70km/h), devido ao seu corpo esguio e aerodinâmico, e começaram também a ser dinamizadas as primeiras corridas de cães.

Infelizmente, as corridas são ainda uma realidade e todos os anos são abandonados Galgos lesionados ou "demasiado velhos" para correr (com 3 anos).


Características principais da raça


 - extremamente amigáveis para pessoas e outros cães

 - leais e afectuosos com a família

 - não demonstram agressividade para com estranhos, mas podem ser tímidos ou medrosos

 - conhecidos pela sua velocidade, os Galgos não são maratonistas, preferindo um passeio diário com algumas corridas

 - pelo contrário, são conhecidos como "the 40mph couch potato" ou "o molengão de sofá dos 60km/h". Adoram dormir, fazer sestas e "fechar os olhos só por um bocadinho" :)

 - por essa razão, são óptimos cães para ter em apartamentos ou casas com terraço ou jardim
(Atenção: se os mantiverem no jardim ou terraço, certifiquem-se que não conseguem saltar o muro ou gradeamento. Os instintos de caça podem causar fugas em perseguições a animais pequenos.)

 - além das razões supra enumeradas, têm pêlo curto, requerendo pouca manutenção de escovagem e banho. Relembramos que é um cão de pêlo curto e necessitará de agasalho para frio e chuva!


Treino


Tal como qualquer raça, o seu Galgo deverá ser exposto a diferentes situações, pessoas e animais desde puppy (ou desde o momento da adopção), para não ter dificuldades de adaptação a mudança de horários, ambientes, pessoas novas em casa... Um galgo anti-social vai ser tímido e medroso. Dificilmente mostrará agressividade, mas poderá mostrar algum stress.

O açaime em alguns cães resgatados de associações de recuperação de Galgos de corrida é recomendado durante a fase de adaptação à nova rotina (ou até sentir que já conhece todos os humores do seu patudo).

São cães-gato, independentes e precisam de consistência e firmeza no treino e no treinador.
Reforço positivo é sempre mais recomendável e o Galgo prefere um treino que o premeia do que o repreende com agressividade ou brusquidão. Biscoitos ou comida em geral costuma ser o incentivo preferido.


Senta e fica? Nem por isso...
Por causa da sua constituição e anatomia, sentar não a posição mais confortável para o Galgo, que prefere deitar-se enquanto espera. Escolhemos as fotografias do Sócio e do César que ilustram o que acabámos de referir. Apoiam-se na cauda para manter o equilíbrio, mas não se sentam na totalidade.



Se ainda tiverem curiosidades:

American Kennel Club - Greyhound

Dog time

Dog Channel

Sem comentários:

Enviar um comentário