IBD = Inflammatory Bowel Disease


O texto de hoje é dedicado a uma doença gastrointestinal em que a dieta poderá ser um factor determinante para controlar a patologia. Falamos da IBD (do inglês Inflammatory Bowel Disease) ou Doença Inflamatória Intestinal Crónica e pode afectar tanto o gato como o cão!


Esta doença é, segundo alguns estudos, considerada uma das causas principais de sintomas gastrointestinais crónicos em cães e gatos, como o vómito e diarreia (entre outros).

Temos notado aqui na Língua de Gato que os casos de IBD têm vindo a aumentar e começam a surgir cada vez mais cedo na vida do cão ou gato. Isto pode eventualmente ser explicado através dos hábitos alimentares que, na maior parte dos casos, não são os mais correctos. Uma das causas principais apontadas para a origem de uma IBD é precisamente a resposta imunitária exagerada a um estímulo prejudicial que muitas vezes está associado a um determinado componente da dieta, na maior parte das vezes o tipo de proteína.

E, por este motivo, uma das principais formas de terapia para controlar os sintomas da doença é precisamente recorrer a dietas hipoalergénicas com ou sem associação a antibióticos e corticoterapia.



Os nossos pacientes aqui na clínica com suspeita de IBD - convém fazer a ressalva que a confirmação de uma Doença Inflamatória Intestinal Crónica apenas poderá ser realizada mediante resultado de uma biópsia realizada por endoscopia, laparoscopia ou laparotomia - estão todos muito bem controlados apenas com a alteração do tipo de ração para uma dieta alimentar hipoalergénica e nenhum se queixa da sua nova comidinha!! :)

Se já se aperceberam que o vosso gato vomita regularmente (nos cães é mais frequente o sintoma da diarreia crónica que pode ser intermitente) e com história de alguns meses (em alguns casos até anos) procurem o vosso médico veterinário de família para determinar a causa desse mesmo vómito.

Ao contrário do que alguns donos acreditam ser "normal", o vómito no gato seja ele qual for, desde o famoso "vómito da bola de pêlo" até ao "branco espumoso" ou o "com comida porque ele é sôfrego!" é prejudicial para o seu organismo e deve ser avaliado quanto à sua origem.



Fiquem atentos e, acima de tudo, apostem numa alimentação de qualidade. Essa sim faz toda a diferença e vai manter o vosso patudo ainda mais saudável!! :3


E como nunca é tarde para aprender, deixamos aqui o link para a lista de (alguns dos) alimentos tóxicos para os nossos patudos:

Sem comentários:

Enviar um comentário