CARLOTA




"Assim começou a nossa história de amor: semanas antes de mudarmos de casa, a nossa vizinha chamou-nos a casa dela para nos mostrar uma "surpresa". Mal sabíamos nós o que seria..."
"Encontrámos uma mamã gata com dois gatinhos pretos machos e uma gatinha branca e preta. Estavam todos para adopção.
A nossa querida escolheu-nos nessa altura. Dos 3 manos, foi a única que aceitou umas guloseimas e umas festinhas (que não a convenceram muito, mas que fizeram as nossas delícias).

Mudança de casa feita e enxoval preparado, toca a ir buscar a Carlota. A primeira noite foi a mais complicada, pois estávamos todos a tentar adaptar-nos à casa e uns aos outros.
Ao segundo dia, lá a convencemos a uns mimos e brincadeiras. Depois começou a ser mais fácil.

Dormiu uns tempos no sofá da sala (ainda não tinha aprendido a subir as escadas para o primeiro andar).
Até que um dia, fomos dar com ela à porta do nosso quarto. E decidimos deixá-la entrar "só para ver o que ela faz"...




A partir daí, já se sabe, tivemos que dividir a cama com ela (e é tão bom acordar com um ronrom de bom dia!!!)

Tornou-se a dona da casa toda, jardim incluído que, apesar do labrador da vizinha, já explorou e domina.
O cão, coitado, bem tenta fazer amizade, mas ela não está pelos ajustes.

É uma gatinha gulosa (a comida preferida é atum natural), meiguinha com os pais e atrevidota nos jardins dos vizinhos, brincalhona e dorminhoca. E, esperamos nós, uma gatinha feliz.

Sem ela o nosso mundo já não seria o mesmo. É a nossa princesinha!"


Maria João e Nuno

1 comentário:

  1. Que bonito! Eu também tenho dois gatinhos que me enchem a vida de felicidade. É tão bom tê-los por perto... Sem eles, a vida não tinha a mesma graça.

    ResponderEliminar