MR KRUGER



Este nosso gato esteve para se chamar Sr. Bigodes, O Cabeças, Tio Patinhas, entre outras coisas. Acabou por ficar Mr. Kruger. Quem gostar da série Seinfeld perceberá de onde vem.


Foi o terceiro gato a juntar-se a uma família de 4 peludos. Estávamos em 2012 quando achámos que era importante termos um gato grande. A futilidade dos nossos critérios ajudou a simplificar a escolha da raça mas foi bem jogado, na medida de que os Maine Coon são excepcionalmente sociáveis e inteligentes. No Natal desse ano fomos buscar o Mr. Kruger, escolhido entre os irmãozinhos principalmente por ter um focinho enorme e cara de mauzão.

O Kruger é, invariavelmente, um gato grande e brincalhão, com uma forte fixação por água e carninha, é muito calmo e meigo. É um gatinho inteligente com alguns comportamentos semelhantes aos cães, gosta ir buscar e trazer bolinhas de papel com a boca, dá a pata e chafurda na água. 

É um gatinho que leva a rotina a sério, tem os seus rituais que envolvem tomar o pequeno almoço na companhia dos seus humanos, dormir a sesta na secretária em lugares pouco próprios para um Maine Coon enquanto eu trabalho, não gosta de estar sozinho, e como tal, persegue-nos até quando vamos à casa de banho.



Não é, todavia, o típico Maine Coon. Este nosso gato é um pateta desajeitado que tem medo de quase tudo e tem também um pavor de estimação por mopas.  
Toda a gente quer ver o Kruger mas o Kruger não quer ver ninguém, pelo menos durante os primeiros 120 minutos. Se quiserem conquistar o Kruger, é relativamente fácil: façam-no com comida, sentem-se, ocupem pouco espaço e falem a um volume normal, a tender para o baixinho.

Se quiserem ver algumas das suas aventuras caseiras, tal como dar a pata, buscar bolinhas e chafurdar na água, basta ir a este canal do Youtube.

Diana e Celso

Sem comentários:

Enviar um comentário